Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Divulgação Científica > A Casa Abrigo Regional do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e o papel do município de Santo André
Início do conteúdo da página

A Casa Abrigo Regional do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e o papel do município de Santo André

Qual o tema da sua pesquisa?
O tema da minha pesquisa foi a Casa Abrigo Regional do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e o papel do município de Santo André.

Por que escolheu estudar esse tema?
Acho interessante estudar sobre coisas que estão acontecendo ao nosso redor. Um dos campi da UFABC fica em Santo André, município com uma riquíssima história em relação a políticas de gênero e combate à violência contra a mulher. As mulheres do município tiveram participação direta na criação da primeira Casa Abrigo, que era municipal, e ainda tiveram influência direta no processo de regionalização desse equipamento, tornando-o acessível para os sete municípios da região do Grande ABC.

Como realizou?
Foram feitas análises de documentos e entrevistas com onze mulheres (gestoras e não gestoras) ligadas diretamente a essa história.

Quais foram os resultados alcançados?
Foi descoberta uma história de luta das mulheres do município de Santo André, e de algumas de outros municípios da região, para que fossem criadas políticas de gênero e combate à violência contra a mulher. Também descobri que essa luta incluiu a criação da Casa Abrigo, lugar onde as mulheres ameaçadas de morte podem ficar abrigadas com seus filhos por algum tempo. Como tema transversal, descobri todo o processo de implementação dessa política municipal executada por um Consórcio, diferenciando-se de alguns estudos sobre políticas federais realizadas em nível municipal.

Quais as dificuldades encontradas?
As maiores dificuldades giraram em torno da marcação das entrevistas. Algumas foram feitas fora do município de Santo André e em horários diferenciados.

Deixe uma frase que sintetize a importância da contribuição da sua dissertação para o universo científico e o cotidiano das pessoas.

A luta das mulheres de Santo André chegou na Assembleia Constituinte e fez parte dos artigos sobre gênero da Constituição Federal de 1988. Ignorar essa luta seria equivalente a apagar um pedaço essencial da história das mulheres.

Eliane Cristina de Carvalho Mendoza Meza

Perfil

Eliane Cristina de Carvalho Mendoza Meza

Mestra em Políticas Públicas pela Universidade Federal do ABC (2016). Possui graduação em Direito pela Universidade Gama Filho (1995). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito de Família, trabalhando de 2000 a 2005 com a Conselheira Tutelar de Jacarepaguá/RJ, Sra. Jurema Célia Custódio. Trabalho voluntário na área de Ação Social e específico com travestis de 2013 a 2015. Desenvolvimento de tecnologia com recorte de gênero em 2016. Carreira focada em trabalhar com gênero e população em risco.

Registrado em: Divulgação Científica
Fim do conteúdo da página