Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Divulgação Científica > Destaques > Pesquisa coordenada por docente da UFABC é capa do periódico Inorganic Chemistry
Início do conteúdo da página

Pesquisa coordenada por docente da UFABC é capa do periódico Inorganic Chemistry

21 11 18bUm trabalho coordenado pelo Prof. Dr. André Sarto Polo, do Centro de Ciências Naturais e Humanas da UFABC, intitulado Mechanistic Insights into the Stepwise Assembly of Ruthenium (II) Tris-heteroleptic Compounds, foi publicado na última edição do periódico Inorganic Chemistry, como matéria de capa. 

Segundo o professor, compostos de coordenação de rutênio (II) são amplamente empregados em sistemas para conversão de energia solar em outras formas de energia, tais como a elétrica ou a química de maneira limpa e usando recursos renováveis. Esses compostos podem ser utilizados, em especial, como sensibilizadores em Células Solares Sensibilizadas por Corante (DSSCs, do inglês Dye-Sensitized Solar Cells), exibindo alta eficiência de conversão de luz em eletricidade. Esta é uma das maneiras de se gerar eletricidade a partir de uma fonte inesgotável e com baixíssimo impacto ambiental. 

Os referidos compostos podem ser preparados por uma rota sintética versátil de três etapas, de acordo com o pesquisador. Neste trabalho, desenvolvido pela aluna Andressa Vidal Müller, doutoranda em Nanociências e Materiais Avançados na UFABC, sob sua orientação, foi realizada uma investigação detalhada da cinética de cada uma dessas etapas da síntese dos compostos. Foram identificados os intermediários de reação e, a partir das relações entre concentrações dos reagentes, temperatura, tempo de reação e identidade de grupos substituintes nos ligantes empregados, resultou a proposição dos mecanismos das reações envolvidas. 

“Os resultados obtidos permitiram estabelecer diretrizes para melhorar substancialmente a rota para preparação desses compostos, como a redução no tempo total de síntese e na formação de subprodutos, favorecendo a formação do produto reacional de interesse”, explica Andressa. 

O artigo pode ser acessado neste link

Assessoria de Comunicação e Imprensa da UFABC

Registrado em: Destaques
Fim do conteúdo da página