Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Divulgação Científica > Destaques > Pesquisa sobre parâmetros de soldagem tem aplicação em aços na indústria automotiva
Início do conteúdo da página

Pesquisa sobre parâmetros de soldagem tem aplicação em aços na indústria automotiva

Uma tese do Doutorado Acadêmico Industrial (DAI) no programa de pós-graduação de Nanociência e Materiais Avançados apresentou bom resultado no estudo de soldagem de aços com aplicação na indústria automotiva, segundo a autora do trabalho, Mainã Portella Garcia. Com título “Influence of welding heat input on microstructure, mechanical properties and corrosion behaviour of highstrength steels”, a apresentação em banca avaliadora ocorreu no início de fevereiro. A pesquisa destaca a influência dos parâmetros de soldagem nas propriedades finais dos aços de alta resistência.  

Mainã explica que o estudo abordou a influência do heat input (aporte térmico) do processo de soldagem em aços de alta resistência, considerando as propriedades mecânicas e o comportamento da corrosão. Segundo ela, o ciclo térmico imposto nesse processo provoca grandes mudanças microestruturais na região soldada o que afeta a resistência à corrosão. “Com a utilização de diversas técnicas, foi possível verificar a formação de um par galvânico entre solda e metal de base, com o cordão de solda agindo como cátodo e o metal de base como ânodo” — revela a pesquisadora. Ela acrescenta que a composição química e os precipitados de cada região determinaram o comportamento de corrosão das juntas soldadas.

Mainã diz que esse tipo de investigação na área dos aços de alta resistência é vasto e que o objetivo dela agora é direcionar o foco da pesquisa para a influência de alguns elementos ligantes, como o nióbio, nas propriedades mecânicas dos aços de alta resistência. Com a conclusão do curso na UFABC, Mainã iniciou este ano no exterior a pesquisa com a nova abordagem.

Ela destaca que a participação no DAI foi primordial no desenvolvimento e financiamento do doutorado, destacando o modelo do programa como um caminho para a realização de pesquisas de ponta com resultados e ganhos para ambos os lados (empresa e universidade). Mainã ressalta que esse formato permite ao aluno evoluir em um ambiente mais interdisciplinar, pois é preciso saber se comportar no ambiente da indústria e no acadêmico. A pesquisadora conclui dizendo que a principal vantagem do DAI é a possibilidade do aluno ampliar sua rede de contatos, aumentando as oportunidades de trabalho e estudo.

Na UFABC, Mainã contou com orientação dos professores Gerson Mantovani e Renato Antunes e teve como supervisor industrial na Mercedes-Benz o gerente Mauro Paraíso.

Assessoria de Comunicação e Imprensa

 

Registrado em: Destaques
Fim do conteúdo da página