Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Divulgação Científica > Pesquisas de Egressos > Dissertação de mestrado pesquisa o reconhecimento dos direitos humanos das pessoas LGBTI na ONU
Início do conteúdo da página

Dissertação de mestrado pesquisa o reconhecimento dos direitos humanos das pessoas LGBTI na ONU

1) Perfil

Nome, formação e experiência profissional.

Cristhian Manuel Jiménez, Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC.

2) Qual o tema da sua pesquisa?

Reconhecimento dos Direitos Humanos das Pessoas LGBTI nas Nações Unidas (1988-2016).

3) Por que escolheu estudar esse tema?

Considerou-se que essa pesquisa é de grande importância porque contribui, na academia, para o debate sobre a universalidade dos direitos humanos, com foco nos direitos das pessoas LGBTI contra os argumentos do relativismo cultural, religioso, político e econômico, debatidos desde a Conferência Mundial sobre Direitos Humanos em Viena (1993) e ainda presentes nos discursos de países membros da Organização das Nações Unidas (ONU). É também de considerável importância para os ativistas de direitos humanos LGBTI, já que fornece fortes argumentos para questionar e criticar os discursos usados ​​para obstruir o reconhecimento da obrigação dos Estados de proteger todas as pessoas de violência e discriminação por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero.

4) Como realizou? 

A pesquisa foi qualitativa e utilizou-se, como método, a análise de documentos da ONU e a revisão da literatura de áreas como teoria dos direitos humanos, relações internacionais e direito internacional. Também fez-se uso de contribuições dos estudos de gênero e LGBTI para explicar como o discurso de Estados que rejeitam o reconhecimento de pessoas LGBTI representa e é impactado por fenômenos sociais que as afetam na sociedade, como: violência simbólica, masculinidade, heterossexismo, heteronormatividade, precariedade e outros. A literatura da descolonialidade também foi usada para questionar conceitos e discursos.

5) Quais foram os resultados alcançados?

O estudo concluiu que o reconhecimento dos direitos humanos das pessoas LGBTI foi dado a nível institucional por parte de autoridades da ONU, no entanto, há uma polarização entre os Estados membros e existe uma grande resistência quando a questão é debatida, especialmente pela ausência de uma base legal no direito internacional; por isso, é necessário promover a sua positivação.

6) Quais as dificuldades encontradas?

É uma questão emergente, com pouca produção acadêmica e interdisciplinar.

7) Deixe uma frase que sintetize a importância da contribuição da sua dissertação para o universo científico e o cotidiano das pessoas.

É importante abordar, a partir de uma perspectiva interdisciplinar das ciências humanas e sociais, um problema de natureza global como esse, que está em andamento e afeta diretamente a dignidade de milhões de pessoas. Somente assim será possível desconstruir os discursos que oprimem as pessoas por sua identidade de gênero e orientação sexual.

1) Perfil
Nome, formação e experiência profissional.
Cristhian Manuel Jiménez, Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC.
2) Qual o tema da sua pesquisa?
Reconhecimento dos Direitos Humanos das Pessoas LGBTI nas Nações Unidas (1988-2016).
3) Por que escolheu estudar esse tema?
Considerou-se que essa pesquisa é de grande importância porque contribui, na academia, para o debate sobre a universalidade dos direitos humanos, com foco nos direitos das pessoas LGBTI contra os argumentos do relativismo cultural, religioso, político e econômico, debatidos desde a Conferência Mundial sobre Direitos Humanos em Viena (1993) e ainda presentes nos discursos de países membros da Organização das Nações Unidas (ONU). É também de considerável importância para os ativistas de direitos humanos LGBTI, já que fornece fortes argumentos para questionar e criticar os discursos usados para obstruir o reconhecimento da obrigação dos Estados de proteger todas as pessoas de violência e discriminação por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero.
4) Como realizou?
A pesquisa foi qualitativa e utilizou-se, como método, a análise de documentos da ONU e a revisão da literatura de áreas como teoria dos direitos humanos, relações internacionais e direito internacional. Também fez-se uso de contribuições dos estudos de gênero e LGBTI para explicar como o discurso de Estados que rejeitam o reconhecimento de pessoas LGBTI representa e é impactado por fenômenos sociais que as afetam na sociedade, como: violência simbólica, masculinidade, heterossexismo, heteronormatividade, precariedade e outros. A literatura da descolonialidade também foi usada para questionar conceitos e discursos.
5) Quais foram os resultados alcançados?
O estudo concluiu que o reconhecimento dos direitos humanos das pessoas LGBTI foi dado a nível institucional por parte de autoridades da ONU, no entanto, há uma polarização entre os Estados membros e existe uma grande resistência quando a questão é debatida, especialmente pela ausência de uma base legal no direito internacional; por isso, é necessário promover a sua positivação.
6) Quais as dificuldades encontradas?
É uma questão emergente, com pouca produção acadêmica e interdisciplinar.
7) Deixe uma frase que sintetize a importância da contribuição da sua dissertação para o universo científico e o cotidiano das pessoas.
É importante abordar, a partir de uma perspectiva interdisciplinar das ciências humanas e sociais, um problema de natureza global como esse, que está em andamento e afeta diretamente a dignidade de milhões de pessoas. Somente assim será possível desconstruir os discursos que oprimem as pessoas por sua identidade de gênero e orientação sexual.
Cristhian Manuel Jiménez

Perfil

Cristhian Manuel Jiménez

Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC.

Registrado em: Pesquisas de Egressos
Fim do conteúdo da página