Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Aluna da UFABC pesquisará nos Estados Unidos

O projeto de pesquisa "Interação Molecular entre Nanopartículas de Paládio e a Enzima Glicose Oxidade" da estudante Andressa Ribeiro Pereira foi escolhido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) para continuar a ser desenvolvido na Universidade da Flórida, Estados Unidos.
A aluna do Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BC&T) viajará por 12 semanas, de 29 de maio a 21 de agosto desse ano. 

O objetivo da pesquisa é entender as propriedades físico-químicas de nanopartículas metálicas na presença de biomoléculas. O primeiro passo foi dado no programa Pesquisando Desde o Primeiro Dia (PDPD) da universidade. Essa etapa foi de profunda importância no projeto, como relata o orientador da discente Frank Crespilho: "Foi nesse momento em que Andressa descobriu um novo efeito de auto-organização supramolecular acoplado a uma reação química, o que gerou novas propriedades de interface que ainda não haviam sido relatadas na literatura."

A partir desta descoberta até a sua publicação, levaram-se mais de dois anos de pesquisa, em que a aluna teve que realizar uma série de experimentos para propor um modelo final. O professor Frank explana a importância dessa pesquisa: "O trabalho da Andressa é essencialmente experimental e mostra como olhamos os materiais nanoestruturados interagindo com biomoléculas. As implicações da pesquisa  são várias, inclusive na medicina, que atualmente já usa a nanotecnologia nos recursos terapêuticos."

A discente já começa a colher os frutos do seu trabalho. Em junho, uma das mais conceituadas revistas de físico-química, a Physical Chemistry Chemical Physics (Royal Society of Chemistry), terá um artigo relatando suas descobertas. Esse último, intitulado Molecular Interactions and Structure of a Supramolecular Arrangement of Glucose Oxidase and Palladium Nanoparticles foi desenvolvido utilizando métodos de nanomanipulação que o GMAv (Grupo de Materiais e Métodos Avançados - UFABC) tem publicado nos últimos anos.

A próxima etapa envolverá um olhar mais aprofundado nos aspectos biológicos do trabalho que contará com a participação da Profa Iseli Nantes, que é co-autora desse trabalho. Os estudos biológicos incluirão aprofundamento na análise estrutural da proteína presente na nanopartícula por dicroísmo circular e efeitos dessas nanoparticulas em células. A análise celular será feita em um citômetro de fluxo, o primeiro equipamento multiusuário FAPESP da UFABC e cujo projeto é coordenado pela professora Iseli.

O percurso acadêmico da aluna é contemplado com várias conquistas. Após o primeiro estágio PDPD, a aluna conseguiu uma bolsa pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculada ao Instituto Nacional em Eletrônica Orgânica (INEO/INCT), com duração de um ano. Em seguida, teve uma bolsa FAPESP aprovada e, por último, submeteu o seu trabalho ao Programa Piloto de Iniciação Científica nos Estados Unidos da FAPESP. O período de aprovação do projeto foi rápido, como conta Andressa: "Foram ao total 2 meses levando em conta o envio, seleção, entrevista em inglês e a aprovação do projeto."

A estudante tem pretensões de seguir a carreira acadêmica e esse estágio nos Estados Unidos ajudará seus planos profissionais: "No exterior terei acesso aos laboratórios com novas ferramentas que me auxiliarão a compreender e analisar com maior profundidade a interação das nanopartículas com a enzima, trazendo novos conhecimentos para o Brasil."

Assessoria de Comunicação e Imprensa
09/05/2011

 

Registrado em: Notícias
Fim do conteúdo da página