Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Professora da UFABC conquista o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia
Início do conteúdo da página

Professora da UFABC conquista o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

Publicado: Quinta, 29 de Novembro de 2018, 10h00

A professora Amedea Barozzi Seabra (UFABC/CCNH) foi condecorada com o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, na categoria Pesquisador Sênior, por um projeto intitulado ‘Preparação, caracterização e aplicação de nanopartículas doadoras de óxido nítrico’. A cerimônia de premiação foi realizada no dia 20 de novembro.

O trabalho premiado relaciona-se à sua principal área de pesquisa atual: a preparação de biomateriais nanoestruturados liberadores de óxido nítrico para aplicações médicas. "Trabalho com nanomateriais, desenvolvimento de nanopartículas, contendo uma molécula que é muito importante para o nosso organismo para várias aplicações biomédicas. Meu trabalho é desenvolver esses novos materiais baseados em nanopartículas e depois caracterizar e aplicar", explica.

De acordo com a pesquisadora, trata-se de um trabalho muito desafiador, por ser multidisciplinar: além da química – sua área de formação –, envolve medicina, cicatrização, parasitos, entre outros temas. A professora enfatizou a importância dos apoios institucionais recebidos para o desenvolvimento de suas pesquisas: "Estou muito contente de estar aqui, agradeço a minha equipe, as agências de fomento, ao CNPq. Sou bolsista de produtividades do CNPq, agradeço ao apoio que é muito importante. A CAPES, a FAPESP e a minha instituição (UFABC). Estou muito contente", afirmou.

Esta foi a 13ª edição do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, sob o tema "Tecnologias para a Economia do Conhecimento". Participaram representantes do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, em cinco categorias: Integração, Iniciação Científica, Estudante Universitário, Jovem Pesquisador e Pesquisador Sênior. De acordo com o regulamento, a premiação consiste em quantias em dinheiro, troféus e placas, além da publicação, em livro, de todos os trabalhos premiados.

O Prêmio foi criado em 1998 e é uma iniciativa da Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do Mercosul (RECyT) e dos organismos de ciência e tecnologia dos países membros e associados ao Mercosul, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Assessoria de Comunicação e Imprensa da UFABC
Com informações do site oficial do Prêmio, da ASCOM/MCTIC e da Coordenação de Comunicação Social do CNPq

Registrado em: Notícias
Fim do conteúdo da página