Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Capes premia dois professores da UFABC
Início do conteúdo da página

Capes premia dois professores da UFABC

Publicado: Sexta, 21 de Dezembro de 2012, 10h38

Os professores da UFABC André Landulfo, do bacharelado em Física, e Camila Nunes Dias, da graduação em Políticas Públicas, receberam o Prêmio Capes de Tese 2012, em suas respectivas áreas de estudo.

Com a tese "Da pulverização ao monopólio da violência: expansão e consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista", Camila Dias foi premiada na categoria Sociologia. Segundo ela, a Capes premiou o esforço de um trabalho que seria inexequível na opinião de muitas pessoas.

"O prêmio significa o reconhecimento do trabalho. Muita gente achava que não seria possível fazer uma pesquisa sobre uma organização criminosa pela dificuldade de acessar os dados, mas, ao final, não só foi possível realizar o trabalho, como ele pôde ser feito com qualidade e o prêmio expressa essa possibilidade de superar obstáculos na realização do trabalho acadêmico", afirmou a professora.

André Landulfo recebeu o Prêmio Capes na área de Física e Astronomia pela tese "Aspectos Relativísticos da Teoria da Informação Quântica". Para o professor, o reconhecimento da Capes demonstra a importância dos trabalhos realizados na UFABC.

"A premiação mostra que a Universidade possui bons pesquisadores, que trabalham com temas importantes e relevantes para sua área e para a sociedade. Além disso, ela destaca jovens pesquisadores que estão fazendo algo de bom em todo o Brasil", afirmou.

Desde 2005, a premiação da Capes (Centro de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) divulga anualmente as melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas pelo MEC. Este ano, entre 12 mil teses apresentadas à instituição, 44 trabalhos foram selecionados pelos quesitos originalidade, inovação e qualidade.

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Com a tese "Da pulverização ao monopólio da violência: expansão e consolidação do Primeiro Comando da Capital (PCC) no sistema carcerário paulista", Camila Dias foi premiada na categoria Sociologia. Segundo ela, a Capes premiou o esforço de um trabalho que seria inexequível na opinião de muitas pessoas.

"O prêmio significa o reconhecimento do trabalho. Muita gente achava que não seria possível fazer uma pesquisa sobre uma organização criminosa pela dificuldade de acessar os dados, mas, ao final, não só foi possível realizar o trabalho, como ele pôde ser feito com qualidade e o prêmio expressa essa possibilidade de superar obstáculos na realização do trabalho acadêmico", afirmou a professora.

André Landulfo recebeu o Prêmio Capes na área de Física e Astronomia pela tese "Aspectos Relativísticos da Teoria da Informação Quântica". Para o professor, o reconhecimento da Capes demonstra a importância dos trabalhos realizados na UFABC.

"A premiação mostra que a Universidade possui bons pesquisadores, que trabalham com temas importantes e relevantes para sua área e para a sociedade. Além disso, ela destaca jovens pesquisadores que estão fazendo algo de bom em todo o Brasil", afirmou.

Desde 2005, a premiação da Capes (Centro de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) divulga anualmente as melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas pelo MEC. Este ano, entre 12 mil teses apresentadas à instituição, 44 trabalhos foram selecionados pelos quesitos originalidade, inovação e qualidade.

Assessoria de Comunicação e Imprensa
21/12/2012

Registrado em: Notícias
Marcador(es):
Fim do conteúdo da página