Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Fronteiras da produção artística ganham espaço durante a 3ª Semana de Arte, Cultura e Tecnologia da UFABC
Início do conteúdo da página

Fronteiras da produção artística ganham espaço durante a 3ª Semana de Arte, Cultura e Tecnologia da UFABC

Publicado: Terça, 27 de Outubro de 2020, 16h22

A terceira edição da SACT apresentou aos espectadores, em debates, oficinas, exposições e mostra de filmes, os pontos de convergência entre arte, cultura e a tecnologia – eixos que dão nome ao evento que ocorre desde 2018. Programada para ocorrer entre os últimos dias 20 e 22, as atividades promoveram encontros entre pesquisadores da Universidade e representantes do setor cultural.

“A nossa Universidade, construída sob os valores da interdisciplinaridade, da inclusão social e da excelência, concebe a SACT como um espaço que celebra os intercâmbios culturais transformadores entre a nossa Universidade e todas as comunidades que nos cercam”, explicou Kelly Ferreira, responsável pela divisão de Cultura da Proec.

Neste ano, a exemplo das edições passadas, a UFABC manteve a parceria com o Sesc, que disponibilizou a programação musical do evento. A Universidade estuda ainda um termo de cooperação com a instituição. A novidade ficou por conta da transmissão totalmente virtual. “Esse formato permite que o conteúdo de boa parte da programação fique acessível a uma grande parte das pessoas”, explica Kelly.
Logo na abertura, a oficina “Tipografias humanas e animação para videomapping” apresentou aos participantes as etapas estruturais de uma vídeo projeção mapeada (vídeo mapping) e também o processo de construção de conteúdo para texto animado. A proposta foi capitaneada por Toni Baptiste e Flávio Camargo, sob produção do Coletivo Coletores.

Em seguida, “A corrosão da política e a interdição do futuro: tecnologias da comunicação em conjunturas distópicas”, mesa redonda promovida por participantes da USP e UFABC, debateu o impacto das tecnologias de comunicação na (re)definição das conjunturas políticas marcadas por horizontes distópicos.

Ainda na mesma data, a mesa “Memes e cibercultura como impulsionadores da democracia e a oficina” apresentou um panorama do fenômeno da memetização dos comportamentos políticos e o papel das redes na (des)legimitização dos processos democráticos.
No dia seguinte, os eventos tiveram perfil mais voltado para atividades multimídia e high-tech. Pela manhã, oficina “Design para redes sociais” compartilhou princípios do design gráfico aplicados ao design digital que auxiliam na criação de artes e conteúdo para mídias sociais como Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin e Twitter.

Horas mais tarde, a roda de conversa “Te vejo no amanhã: afrofuturismo, temporalidade e hibridismos” apresentou os eixos estéticos, políticos e culturais do movimento Afrofuturista. A programação desse dia foi finalizada com música e debate.
Com uma década de carreira, a banda afrofuturista Senzala Hi-Tech apresentou a sua fusão de rap com a cultura brasileira. Tudo com um tom de forte questionamento político e social.

Na mesa “TECH FOR GOOD: experiências tecnológicas de impacto coletivo”, os espectadores tiveram contato com coletivos que utilizam a tecnologia de compartilhamento para gerar impactos positivos na vida das pessoas.

Na derradeira data, a reapresentação de “Tipografias humanas e animação para videomapping” encerrou a programação da semana, sendo apresentada em duas oportunidades. No ínterim entre elas, a discussão na mesa “Dos bilhões aos centavos: plataformas musicais, videoclipes e a subordinação dos(as) artistas” questionou a possível falta de liberdade dos artistas no novo contexto digital. À noite, o evento terminou com debate acerca do registro da violência contra as mulheres em narrativas audiovisuais.

Devido ao sucesso deste ano, a UFABC planeja mais ações realizadas no modo online. De acordo com a Divisão de Cultura da Proec, as próximas edições do SACT contarão com combinações entre apresentações presenciais e virtuais. “Percebemos que algumas ações são muito bem realizadas em modo online, porém outras ainda se beneficiam do presencial. Tudo indica que a próxima edição terá um formato híbrido”, explica Kelly.

Confira mais detalhes da SACT nas redes sociais: facebook, instagram e no site do evento.

Assessoria de Comunicação e Imprensa da UFABC

 

Registrado em: Notícias
Fim do conteúdo da página