Ir direto para menu de acessibilidade.

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o ufabc.edu.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies.

Para ter mais informações como isso é feito, acesse a Norma de uso de cookies nos Portais da UFABC.

ACEITAR
Página inicial > Divulgação Científica > Pesquisas pós-graduadas > Construção de uma escala de afeto do português brasileiro
Início do conteúdo da página

Construção de uma escala de afeto do português brasileiro

daniel francelino da silva

Elaine Nabeth Louzada Torres concluiu, em 2021, o curso de mestrado em Neurociência e Cognição da UFABC. Em sua pesquisa, apresentou a construção de uma Escala de Afeto do Português Brasileiro (EAPB) – um conjunto de palavras que denotam emoções, associadas a um controle indicativo do quanto o examinado está sentindo de cada emoção no momento da resposta.

Segundo a pesquisadora, trata-se do primeiro instrumento psicológico de emoções idealizado especificamente para a população brasileira, o que viabiliza sua aplicação clínica e atenua implicações derivadas de diferenças culturais, observadas na utilização de instrumentos internacionais. Seus principais objetivos foram, além de elaborar um léxico de termos afetivos brasileiros, caracterizá-los de acordo com critérios psicolinguísticos e psicométricos e investigar seus significados, em uma amostra representativa das diversas regiões sociolinguísticas do país.

Psicóloga clínica, com atuação em terapia cognitivo-comportamental e pós-graduação em Psicopedagogia, atualmente prossegue no curso de doutorado em Neurociência e Cognição da UFABC. Em sua tese, estudará a validação da referida escala (EAPB), em pesquisa realizada no âmbito do Laboratório Interdisciplinar do Desenvolvimento Afetivo e Social (LINDAS) da UFABC.


... 
Dados | Egressa 

Nome completo 
Elaine Nabeth Louzada Torres 

Formação acadêmica (cursos e instituições)
Doutorado em andamento em Neurociência e Cognição pela UFABC
Mestrado em Neurociência e Cognição pela UFABC
Pós-Graduação em Psicopedagogia pela USCS
Graduação em Psicologia pela UNIABC (atual Anhanguera) 

Profissão / experiência profissional 
Psicóloga clínica, com atuação em terapia cognitivo-comportamental. 

Programa de pós-graduação e curso (mestrado ou doutorado) concluído na UFABC 
Mestrado em Neurociência e Cognição 

Como sua trajetória neste curso de pós-graduação na UFABC contribuiu para sua formação? 
O mestrado na UFABC permitiu-me aprimorar minha formação em Psicologia, ampliando meu conhecimento psicométrico e expandindo meu conhecimento científico.


... 
Dados | Dissertação 

Título 
Construção de uma escala de afeto do português brasileiro 

Data da defesa
9 de março de 2021 

Nome do(a) orientador(a)
Prof. Dr. Claudinei Eduardo Biazoli Júnior

Linha de pesquisa
Neurociência do afeto 


... 
Questões | Pesquisa 

Qual o tema da sua pesquisa e por que o escolheu? 
Minha pesquisa abrangeu a construção de um instrumento psicológico de afeto (emoções). No Brasil, só possuíamos traduções e validações de instrumentos internacionais, como a Positive Affect and Negative Affect Schedule (PANAS). 

Quais eram seus objetivos (gerais e específicos)?
O objetivo geral foi construir um instrumento de afeto com uma amostra representativa da população brasileira. E os objetivos específicos foram: elaborar um léxico exaustivo de termos afetivos para o Brasil, baseado em corpus linguístico estabelecido; caracterizar os termos afetivos do português brasileiro de acordo com critérios psicolinguísticos e psicométricos; e investigar os significados e usos dos termos emocionais utilizados no Brasil, por meio de uma tarefa de sinonímia em uma amostra representativa das diversas regiões sociolinguísticas do país. 

Como foi sua realização (materiais e métodos, metodologia, corpus etc.)?
Aplicamos procedimentos psicolinguísticos e de validade para reduzir um léxico afetivo brasileiro em 404 palavras. A redução foi baseada na familiaridade, na categorização de estado afetivo/traço de personalidade e em avaliações semânticas. A lista final de 139 palavras afetivas foi usada em uma tarefa de agrupamento de sinônimos, em uma amostra nacional brasileira (n = 1.000; 594 mulheres, 396 homens, 2 transgêneros e 8 participantes que preferiram não informar); a média de idade da amostra foi de 29 anos (DP = 8,26). 

Quais foram os desafios enfrentados?
O maior desafio foi coletar uma amostra que incluísse participantes de todas as regiões do Brasil. Esse desafio, no entanto, foi sanado pela parceria realizada com a empresa Pinion. 

Quais foram os principais resultados alcançados?
Um total de 13 fatores foi extraído por análise fatorial, e emergiram duas versões da Escala de Afeto do Português Brasileiro (EAPB): uma versão curta com 26 itens e uma versão estendida com 65 itens. 

Descreva, resumidamente, a importância acadêmica e social de sua pesquisa, isto é, sua contribuição para o universo científico e o cotidiano das pessoas.
A EAPB é o primeiro instrumento de afeto construído especificamente para a população brasileira. A importância de instrumentos construídos para o público-alvo é que reduzem implicações provenientes de diferenças culturais, verificadas quando aplicamos instrumentos adaptados de outras línguas. Ter um instrumento de afeto em português favorece pesquisas científicas que tenham interesse em investigar o afeto na população brasileira, bem como permite a aplicação clínica da EAPB. Essa pesquisa também mostra a importância de parcerias entre empresas privadas e instituições de pesquisa.

Registrado em: Pesquisas pós-graduadas
Fim do conteúdo da página