Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Projeto Arquitetônico
Início do conteúdo da página

Projeto Arquitetônico

Publicado: Quinta, 13 de Março de 2008, 00h00

O arquiteto Claudio Libeskind, de São Paulo, é o vencedor do concurso público nacional do projeto arquitetônico da sede da Universidade Federal do ABC (UFABC), em Santo André, São Paulo. O resultado do concurso foi divulgado nesta sexta-feira, dia 13, em solenidade realizada no Centro de Arquitetura e Urbanismo (CAU) da prefeitura do Rio de Janeiro.

A comissão julgadora considerou como ponto forte do trabalho de Libeskind o zoneamento do terreno, com criação de praças e uma marcante imagem urbana. “As três áreas de conhecimento — exatas, tecnologias e humanas — estão bem demarcadas, facilitando o entendimento da proposta, que apresenta boas possibilidades de desenvolvimento”, diz o relatório da comissão.

O segundo lugar do concurso ficou com Paulo Henrique Paranhos, arquiteto de Brasília; o terceiro coube a Vinicius de Andrade e Marcelo Moretin, ambos de São Paulo. Os prêmios serão entregues na terça-feira, dia 18, às 11h, no auditório do MEC, em Brasília, com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad. Os três trabalhos ficarão expostos no CAU até o dia 5 de fevereiro.

O valor total dos prêmios é R$ 60 mil — R$ 30 mil para o primeiro colocado, R$ 20 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro. Libeskind, além do prêmio, terá direito ao contrato de desenvolvimento do projeto arquitetônico, de R$ 3 milhões. Ele é filho de David Libeskind, projetista do Conjunto Nacional da capital paulista, construído na década de 50.

O titular da Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC), Nelson Maculan, considerou o concurso transparente e democrático. “Foram inscritos 75 trabalhos, dos quais 50 apresentados. Esperamos que até março as obras comecem”, disse. “Os recursos para a construção estão garantidos.”

A promoção do concurso é do governo federal e da prefeitura de Santo André. A UFABC faz parte do projeto do MEC de expansão da educação superior. O ministério está criando nove universidades federais e consolidando ou instalando 41 campi, principalmente no interior.

Fonte: Retirado do Portal MEC, acesso em 16 de fevereiro de 2006, Repórter: Susan Faria

Registrado em: Notícias
Fim do conteúdo da página