Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Audiência sobre orçamento propõe debate para definição de prioridades
Início do conteúdo da página

Audiência sobre orçamento propõe debate para definição de prioridades

Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 19h06

Em encontro conduzido pela Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Propladi) no último dia 24, a UFABC realizou audiência pública virtual sobre as diretrizes orçamentárias de 2021. A discussão teve como pontos centrais as diretrizes orçamentárias vigentes em 2020, o planejamento estratégico e orçamentário em curso para 2021 e a disponibilidade de recursos em custeio e investimento, prevista para este próximo período. O objetivo foi promover a reflexão sobre as prioridades a serem estabelecidas para a manutenção e a recomposição das demandas da universidade e sobre o alcance dos objetivos previstos nos principais documentos institucionais.

De acordo com a Propladi, em 2021 ainda será necessário lidar com os efeitos da pandemia, sobretudo no que diz respeito à oferta das atividades didáticas e às adequações necessárias ao atendimento dos protocolos de biossegurança e funcionamento das infraestruturas. No horizonte também estão as eventuais contingências decorrentes da redução em torno de 16% no valor destinado ao custeio das universidades federais. Esse corte imporá decisões importantes à comunidade da UFABC, caso ele se confirme na aprovação da Lei Orçamentária 2021 – a definição das prioridades a serem atendidas ocorre em meio à tramitação dessa norma no Congresso Nacional.

Os questionamentos de integrantes da comunidade durante a audiência apontaram diversas preocupações relacionadas às consequências dos cortes orçamentários na Educação, especialmente para as políticas de assistência estudantil. A pró-reitora da Propladi, professora Mônica Schröder, reforçou que a definição dos valores para custeio e investimento das diversas áreas do Governo Federal continua em tramitação no Congresso, portanto passível de recomposição por parte dos parlamentares. Segundo ela, sem a deliberação das diretrizes orçamentárias para 2021 no Conselho Universitário, não é momento de se prever corte em demandas da UFABC e qualquer redução de recursos que afete temas sensíveis, além da própria deliberação colegiada da RDO, será objeto de análise em conjunto com a comunidade.

Acompanhe a íntegra da audiência

 

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Registrado em: Notícias
Marcador(es):
Fim do conteúdo da página